sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Para você doce "Margarida"!!!



Hoje é um dia mais que especial para o nosso lindo jardim... é o dia que comemoramos o aniversário da nossa linda "Margarida".
Deixar aqui uma mensagem pra ela é tarefa pouco difícil, mas dizer pra ela o quanto a admiramos é muito fácil. Ela é a nossa jardineira oficial, nossa amiga, nossa criadora, nossa mãe. Através da sua doce sensibilidade e dedicação ela cuida desse cantinho com um amor imensurável.. é por isso que ele é lindo assim.

Querida Renatinha, temos um orgulho imenso de você, e te agradecemos por todo carinho e cuidado que você tem com a gente. Pedimos a Deus neste dia, que te cubra de bençãos, de alegria, de paz, de saúde e que você nunca perca essa candura e essa ternura de tratar a vida. Desejamos que a vida te recompense com muito amor e carinho sempre. Que seu perfume emane por todos os poros deste dia lindo!
Você é muito especial para todas nós!!
Obrigada por tudo... amamos você!!!
FELIZ ANIVERSÁRIO!!

"Orquídea"

terça-feira, 27 de outubro de 2009

♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪




O que eu não conheço
(Jorge Vercillo e J. Velloso)

O mais importante do bordado é o avesso
O mais importante em mim é o que eu não conheço, o que eu não conheço

O que de de mim aparece
É o que dentro de mim Deus tece
Quando te espero chegar, enfeito, eu enfeito
Jogo perfume no ar, enfeito meu pensamento

Às vezes quando te encontro eu mesma não me conheço
Descubro novos limites
Eu perco o endereço
É o segredo do ponto é o rendado do tempo
Como me foi passado o ensinamento

O mais importante do bordado é o avesso, é o avesso
O mais importante em mim, é o que eu não conheço, o que eu não conheço

O que de de mim aparece
É o que dentro de mim Deus tece
Quando te espero chegar, eu me enfeito, eu me enfeito
Jogo perfume no ar, enfeito meu pensamento

Às vezes quando te encontro eu mesma não me conheço
Descubro novos limites
Eu perco o endereço
É o segredo do ponto, o rendado do tempo
É como me foi passado o ensinamento


~ Margarida ~

Jorge Vercilo encerra sua turnê, no Rio

por Patricia Teixeira



A noite de domingo (25) foi muito especial para Jorge Vercilo, que encerrou sua turnê 2009 do show O Trem da Minha Vida, no palco do Vivo Rio, no Flamengo, zona sul da cidade. Empolgado, o cantor falou sobre sua turnê.

“Foi temporada muito boa, onde pude apresentar músicas inéditas e conhecidas. Tive a satisfação de ter grandes parcerias musicais e ainda tenho uma música como tema da novela das oito. Além de tudo, estou muito engrandecido por estar concorrendo ao Grammy Latino 2009, na categoria de Melhor Álbum de música popular brasileira”, destacou Vercilo.

O cantor também contou a O Fuxico que, em 2010, começa a preparar um novo álbum com músicas inéditas.

“Ano que vem, vai sair um novo trabalho com músicas inéditas e também vou regravar a música O Que Eu Não Conheço, uma parceria minha e do J. Velloso, que a Maria Bethânia me deu a honra de gravar no CD novo dela e eu achei que ficou muito linda”, completou.

Durante o show, Jorge Vercilo animou a plateia e pediu a seus fãs que lutassem pela paz no Brasil e pela preservação do planeta.


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Em tudo que é belo - Flor de Lótus e Vitória-Régia



O Em tudo que é belo dessa semana é uma homenagem dupla à Flor de Lótus e à Vitória-Régia que são a mesma flor. Nossa amigas Ana Paula e Cátia Veloso são as flores da semana.

Beijos perfumados

~ Margarida ~


domingo, 25 de outubro de 2009

Paz ao mundo inteiro...




“Para que se escute o clamor de milhões no mundo que querem a paz e o fim das guerras.

Para que as forças do Pacifismo e a Não-violência sejam maioria e façam sentir sua voz”


É a primeira Marcha Mundial que percorrerá todo o planeta pedindo o fim das guerras, as armas nucleares e a eliminação de todo tipo de violência. Uma ação dirigida a:

Conseguir o desaparecimento das armas nucleares; a redução progressiva e proporcional do armamento; a assinatura de tratados de não agressão entre países; a renúncia dos governos a utilizar as guerras como meio para resolver conflitos.

Resgatar o melhor das diversas culturas e povos da Terra.

Confluir as vontades de toda a sociedade civil para eliminar definitivamente a marca social das guerras.

Gerar uma consciência social mundial contra toda forma de violência (física, sicológica, racial, religiosa, econômica, sexual), tão estabelecida e aceita pela sociedade.

Uma consciência global que atue como repulsa geral para a violência.

Por que?

Porque a fome no mundo pode ser resolvida com 10% do que se gasta em armamento. Podemos imaginar como seria se destinassem o 30 ou 50% para melhorar a vida da gente, em lugar de aplicá-lo em destruição?

Porque eliminar as guerras e a violência representa sair definitivamente da pré-história humana e dar um passo de gigante no caminho evolutivo da nossa espécie.
Porque nesta aspiração nos acompanha a força das vozes de tantas gerações anteriores que sofreram as conseqüências das guerras cujo eco segue se escutando hoje em todos os lugares onde continuam deixando seu sinistro rasto de mortos, desaparecidos, inválidos, refugiados e deslocados.

Porque um “mundo sem guerras” é uma proposta que abre o futuro e aspira a concretizar-se em cada canto do planeta, no qual o diálogo vá substituindo à violência.
Chegou o momento de fazer ouvir a voz dos sem-voz!

Milhões de seres humanos pedem por necessidade que se acabem as guerras e a violência.
Podemos consegui-lo unindo todas as forças do pacifismo e da não-violência ativa do mundo.

Quando?

Começará na Nova Zelândia no dia 2 de outubro de 2009, aniversário do nascimento de Gandhi e declarado pelas Nações Unidas “Dia Internacional da Não-Violência”. Finalizará na Cordilheira Dos Andes (Punta de Vacas, Aconcágua, Argentina) em 2 de janeiro de 2010. Durará 90 dias, três longos meses de viagem. Passará por todos os climas e estações, desde o verão tórrido de zonas tropicais e desertos até o inverno siberiano.

Quem participa?

A marcha é uma iniciativa de “Mundo sem guerras”, organização internacional que há 15 anos trabalha no campo do pacifismo e a não-violência.

No entanto, a Marcha Mundial se construirá entre todos. Está aberta à participação de toda pessoa, organização, coletivo, grupo, partido político, empresa, etc., que compartilhe a sensibilidade deste projeto. Por conseguinte, não se trata de algo fechado, mas de um percurso que irá se enriquecendo graças às atividades que se ponham em marcha segundo as diferentes iniciativas.

O que vai ser feito?

A seu passo pelas cidades serão realizados todo tipo de foros, encontros, festivais, conferências e eventos (esportivos, culturais, sociais, musicais, artísticos, educativos,etc.), que se irão organizando conforme surjam iniciativas em cada lugar.

Nestes momentos se conta já com centenas de projetos que pessoas e organizações iniciaram.

Para quê?

Para denunciar a perigosa situação mundial que nos está levando para as guerras com armamento nuclear, um beco sem saída e a maior catástrofe humana da história.

Para dar voz à maioria dos cidadãos do mundo que não estão a favor das guerras nem da corrida armamentista.

Todos sofremos as conseqüências da manipulação de uns poucos porque não damos um sinal unidos.
É hora que cada um mostre sua posição, sua rejeição.

Une teu sinal ao de muitos outros e tua voz terá que ser ouvida!

Para conseguir: o desaparecimento das armas nucleares; a redução progressiva proporcional de armamento; a assinatura de tratados de não agressão entre países; a renúncia dos governos a utilizar as guerras como meio para resolver conflitos.

Para colocar em evidência outras múltiplas formas de violência (econômica, racial, sexual, religiosa) escondidas ou dissimuladas por aqueles que as provocam, e para proporcionar uma via para fazer-se ouvir aos que as sofrem.

Para criar consciência global da necessidade de uma verdadeira Paz e de repúdio para todo tipo de violência, da mesma maneira que aconteceu com a ecologia.

www.marchamundial.org

Créditos: Cláudia Meira

~ Margarida ~

sábado, 24 de outubro de 2009

A bailarina

♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥
“A cada pirueta que você dá um tom de violeta inunda o seu bailar fico encantado ao vê-la voarem seu grand-jeté como eu queria ser o seu parque ria o meu destino junto ao seu dome o estilo manuelino no que tem de bom pra erigir um belo altar na intenção de entronizá-lano lugar de uma deusa...
♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥.¸¸.♥´¨`♥


"Bela Emília"


terça-feira, 20 de outubro de 2009

OBRIGADA!

Obrigada flores do meu Jardim!
Obrigada Jorge Vercillo!
Obrigada Margarida!

Amo vocês!

" e a vida tão generosa comigo, veio de amigo a amigo, me apresentar a vocês"

*Orquídea*

Doce dia perfumado...


Hoje a nobre Orquídea floresce em todo o seu esplendor. E nós, que temos o privilégio de tê-la como amiga, rendemos graças ao nosso bom Deus por esse presente. Que Papai do Céu te abençoe infinitamente, flor...

FELIZ ANIVERSÁRIO!


Bela orquídea
Pureza tão frágil mistério de toda mulher
Bela orquídea
Não vive da seiva roubada de um caule qualquer
Bela orquídea
A mais orgulhosa de tudo o que é flor
Bela orquídea
Rainha do amor...

Bela menina
Trepada num galho se enfeita pra quando eu passar
Cabelo de índia
Na boca molhada da mata
Eu vou procurar
Bela orquídea
As flores mais caras de Nosso Senhor
Bela orquídea
Rainha do amor

Guilherme Arantes


Beijos perfumados

~ Margarida ~

Bem-vinda, Bela Emília


Uma nova flor desabrochou em nosso jardim.
É a doce e delicada Bela Emília, a flor da Marcela.
Sê bem-vinda...

Beijos perfumados


~ Margarida ~

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Eu indico...

Conheci o MPB Unicap quando estudei na Universidade Católica de Pernambuco e eles fazem um trabalho lindo. Semestralmente, eles homenageiam um compositor. E o da vez, é o mestre Djavan. É certeza de um grande espetáculo.

Dias:
21, 22 e 23 de outubro
Local: Unicap - auditório no 1º andar do bloco B
Horário: 20h

Um pouquinho do MPB Unicap...

~ Margarida ~

Em tudo que é belo - Gardênia


O Em tudo que é belo desta semana traz a Gardênia, flor de Laís Cardoso.

Beijos perfumados

~ Margarida ~

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Mensagem pro coração...


Desejo que a vida se torne um canteiro de
oportunidades para você ser feliz...
Que nas suas primaveras você seja
amante da alegria.
Que nos seus invernos você seja
amigo da sabedoria.
E quando você errar o caminho,
recomece tudo de novo.
Pois assim você será cada vez
mais apaixonado pela vida.
E descobrirá que...

Ser feliz não é ter uma vida perfeita,
mas usar as lágrimas para irrigar
a tolerância.
Usar as perdas para refinar a paciência.
Usar as falhas para esculpir a serenidade.
Usar a dor para lapidar o prazer.
Usar os obstáculos para
abrir as janelas da inteligência.

(Augusto Cury)

*Orquídea*


Devaneio em desenho

Em homenagem às crianças desse Jardim,
posto um lindo vídeo clipe da música Devaneio,
em desenho animado. Muito fofo...



~ Margarida ~

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Beijinhos perfumados...


FELIZ DIA DAS CRIANÇAS A TODAS AS CRIANÇAS, ESPECIALMENTE, AS NOSSAS FLORZINHAS, BRINCO DE PRINCESA, MARAVILHA, MIMO DO CÉU E ALEGRIA DOS JARDINS. E TAMBÉM A TODOS NÓS QUE DEVEMOS SER ETERNAS CRIANÇAS.


*A belíssima foto é de Leon Junior


~ Margarida ~

Convite

Bom dia, Flores. Estou repassando o convite da nossa querida Hortênsia para o Chá de Fraldas do baby dela Dayvson Thiago...



Tudo bem com vc??? Bom, eu e o "Dayvson Thiago" estamos bem graças a Deus... e queremos convidar você e todas as flores para o chá de fraldas. Peço a gentileza de repassar o convite a todas.

Dia: 25/10/2009
Horário: 14h30
Endereço:
Bar “O Amarelinho”
Ponto de Referência: Por trás do Quartel do Derby. Ao lado do Restaurante Portal do Derby e em frente à Praça e a Faculdade Maurício de Nassau.

e-mail de Sheilha: sheilhalves@hotmail.com

Obs: Se possível
levar uma foto sua quando criança...

Tamanho da Fralda (M)

“Eu e a mamãe contamos com a sua presença”

Beijossssssssss

Sheilha / Hortênsia


~ Margarida ~

domingo, 11 de outubro de 2009

Em tudo que é belo - Margarida


Chegou a minha vez. Durante esta semana a flor homenageada é a minha, a Margarida.

Beijos perfumados

~ Margarida ~

"O maior prêmio é marcar a vida das pessoas, fico contente de fazer isso."


A frase que dá título a esta postagem é do nosso querido jardineiro e hoje achei que ela seria interessante para ilustrar o meu desejo de felicidade... Seria muito pouco desejar sucesso a Jorge (ele merece muito mais que isso). Até porque sucesso ele alcança cada vez que uma canção toca o nosso coração, nos faz rir ou chorar. Quando ele demonstra a simplicidade, o carinho e a atenção pelos fãs, laços de amizade e respeito são criados. Quem já teve a oportunidade de estar perto dele ou de trocar algumas poucas palavras, sabe perfeitamente o que eu estou falando.

Quem não teve essa oportunidade, às vezes, ignoram ou acham que somos loucas... Que o amamos devotamente por algum interesse. Tsc, tsc, tsc... enganam-se completamente. É um amor tão puro, philo e ágape, que só quem ama pode entender. Jorge é como se fosse (e, é) da nossa família. Um irmão, um filho, um amigo, que desejamos bem e amamos incondicionalmente. Só de ouvir a sua voz, ver seu sorriso ganhamos o dia. Sua felicidade é a nossa. Suas conquistas também. Somos uma grande família. E todos nós temos um Vercillo por sobrenome.

Jorge,
FELIZ ANIVERÁRIO!

Continue compondo, cantando e interpretando os nossos sentimentos como nenhuma outra pessoa faz.
Te amo com a mais pura devoção...
Salve Jorge!

Beijos perfumados


~ Margarida ~


Feliz Aniversário!

Quero deixar aqui meu carinho e felicitações ao nosso querido jardineiro pelo dia do seu aniversário, 11 de outubro.

Querido Jorge, que este dia seja muito especial, cheio de alegrias, paz e muito amor junto aos seus.

Esse jardim só é especial porque você cuida dos nossos corações!
Te amamos muito!!!

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

*Orquídea*

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Bom dia perfumado...


[ O mais importante do bordado é o avesso
O mais importante em mim é o que eu não conheço
O que de de mim aparece
É o que dentro de mim Deus tece ]

Jorge Vercillo e J. Velloso


~ Margarida ~

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Site reformulado

O site do nosso jardineiro (www.jorgevercillo.com.br) ficou fora do ar por algum tempo e volta de cara nova. Há algumas fotos da gravação do DVD Trem da minha vida e alguns papéis de parede para deixar os nossos computadores mais bonitos. rsrs

Mas confesso que esperava mais novidades... :[

Beijos perfumados

~ Margarida ~








terça-feira, 6 de outubro de 2009

Anotem na agenda...


Jorge Vercillo e Fagner no Chevrolet Hall
Dia 27 de novembro.

Tudo de bom...
Estaremos lá.


~ Margarida ~

O que eu não conheço

A letra dessa música é linda e
eu não poderia deixar de dividir com vocês.

O que eu não conheço
(Jorge Vercillo e J. Velloso)

O mais importante do bordado é o avesso
O mais importante em mim é o que eu não conheço, o que eu não conheço

O que de de mim aparece
É o que dentro de mim Deus tece
Quando te espero chegar, enfeito, eu enfeito
Jogo perfume no ar, enfeito meu pensamento

As vezes quando te encontro eu mesma não me conheço
Descubro novos limites
Eu perco o endereço
É o segredo do ponto é o rendado do tempo
Como me foi passado o ensinamento

O mais importante do bordado é o avesso, é o avesso
O mais importante em mim, é o que eu não conheço, o que eu não conheço

O que de de mim aparece
É o que dentro de mim Deus tece
Quando te espero chegar, eu me enfeito, eu me enfeito
Jogo perfume no ar, enfeito meu pensamento
As vezes quando te encontro eu mesma não me conheço

Descubro novos limites
Eu perco o endereço
É o segredo do ponto, o rendado do tempo
É como me foi passado o ensinamento

~ Margarida ~

Canção inédita de Vercillo no CD de Bethânia

Parceira entre Jorge Vercillo e J. Velloso, a canção O que eu não conheço faz parte do CD Tua da cantora Maria Bethânia.


Alheia à crise pela qual passa a indústria musical e a latente decadência do formato CD, a cantora Maria Bethânia lança agora não apenas um novo álbum, mas dois --e de uma só vez. Um álbum sai pela gravadora Biscoito Fino e o outro pelo seu próprio selo, Quitanda. Tanto “Tua”, de sotaque mais romântico, quanto “Encanteria”, tido como “celebração”, têm em comum o amor, segundo Bethânia. “Essas canções chegaram ao meu coração de maneira tão forte que eu tive que fazer dois, porque em um só não dava”, explicou a cantora em entrevista nesta quarta-feira (30), no Rio de Janeiro. “Eu fiz um [disco] usando as canções com ritmo e letras mais elaboradas amorosamente, e o outro mais brincando, festejando tudo isso, porque louvar faz parte”, completa.

A cantora reuniu a imprensa de todo o Brasil na Gafieira Estudantina para apresentar o lançamento dos dois álbuns, mas admitiu que o procedimento, assim como o CD, está em desuso. “Isso parece coisa de outro mundo, é obsoleto, o mundo já foi, já passou. Mas para alguns, e para mim, não. Eu faço o que eu quero fazer, o que eu quero cantar, eu canto”, sentencia. A escolha do tradicional ponto do samba carioca, fundado em 1928, não foi ao acaso. A direção da casa batizou o palco com o nome de Maria Bethânia. “Isso é muito grande pra mim”, disse a cantora em tom de agradecimento. “Eu sou uma menina do interior da Bahia, e no Rio de Janeiro tem uma casa com a tradição da Estudantina com o palco com o meu nome. Isso me deixa muito comovida”, admitiu.

Além do amor, outro traço notável nos dois discos é a presença de Roque Ferreira, que assina três faixas de “Tua” e outras quatro de “Encanteria”. Revelado por Clara Nunes no final dos anos 70, Ferreira é especialista em samba de roda do recôncavo baiano, e recentemente foi gravado por Zeca Pagodinho e Dudu Nobre, entre outros. “Nós conversamos muito e volta e meia ele manda uma música que nasceu de uma conversa”, explica Bethânia, ao citar “Domingo”, que fecha o CD “Tua”. “O Roque tem uma espontaneidade que não é só do baiano ou do recôncavo. É do brasileiro”, definiu. Ao todo, o prolífico compositor enviou 22 músicas para ela testar. Paulo César Pinheiro, que assina a faixa-título de “Encanteria”, chegou a preparar 15 canções, das quais três foram contempladas.

Mesmo gravando 22 músicas nos dois álbuns, não foi nada fácil para a cantora selecionar o repertório. Culpa da campanha que ela própria fez. “Eu pedi músicas para os amigos e falei na imprensa que quem quisesse podia mandar. Fiquei muito feliz em ver esse movimento tão vivo, recebi uns 300 discos. Foi um recado muito positivo para mim que sou uma cantora, que vivo disso”, constatou Maria Bethânia.

Caetano Veloso e Gilberto Gil não mandaram nenhuma composição, mas aparecem como convidados em “Saudade Dela”, música que homenageia Dona Edith do Prato, referência musical de Santo Amaro da Purificação, falecida esse ano. “Quando recebi essa canção achei muito comovente, queria contar esses sentimentos, em nome do recôncavo da Bahia e da música popular brasileira”, contou Bethânia. “Achei que era uma tarefa grande para fazer sozinha, então convidei Caetano, porque ele é de Santo Amaro também, e o Gil, que gostava de ir a casa dela ouvir as divisões de prato e as quebradas de viola”, completou. Como Ministro da Cultura, Gilberto Gil criou um memorial para Dona Edith.

Entre tantos nomes da Bahia que contribuíram nos álbuns, como Capinam, Saul Barbosa e J. Velloso, outro destaque é a parceria de Dori Caymmi com Paulo César Pinheiro em “E o Amor Outra Vez”, que abre “Tua”. “A Bahia sempre surpreende, conheço todos de muitos anos, mas não os gravo com tanta freqüência”, disse Bethânia, ao explicar a preferência. “Mas tem uma ousadia muito grande nesse trabalho: eu canto Dori. Acho que os Caymmi compõem tão sofisticadamente que a Nana (Caymmi) é quem sabe cantar essas coisas direito. Fiquei muito honrada do Dori confiar em minha voz, e ainda por cima eles gostam de muito pouca coisa, reclamam de tudo, e eu adoro todos eles assim mesmo”, se divertiu a cantora.

Embora se esmere ao tentar mostrar diferenças entre os repertórios dos dois discos, Bethânia acaba apontando semelhanças, sempre defendendo a onipresença do amor como tema principal. “A devoção no amor é indefinível para o homem, ajuda o ser humano. Eu não quero ficar longe de nada do amor, quero é ficar bem envolvidinha nisso, é melhor”, explicou. “O mundo está muito corrido e eu lido com música, que tem pausa e andamento, mas tem silêncio. E o amor, no mundo de hoje, representa o silêncio, essa necessidade humana que todos nós temos”, filosofou. Aos 63 anos, Maria Bethânia parece ter uma insaciável fome de cantar. “Eu nasci para isso, adoro meu ofício, sou grata a ele. Ele não me trai, temos um casamento de acordo”.

Outra novidade no álbum “Encanteria” é a participação da Orquestra Furiosa Portátil, com os alunos da Escola Portátil de Música do Instituto Casa do Choro, em “Feita na Bahia” e na faixa-título. “Tive a oportunidade de ouvir a orquestra, fiquei alucinada e pensei: quero cantar com eles”, disse a cantora. Após o evento para a imprensa, aconteceria uma apresentação da Orquestra, na própria Estudantina, com a participação de Maria Bethânia em uma das músicas. Raro momento para ver uma das divas da MPB em seu próprio palco.

Veja o repertório completo dos dois álbuns que Maria Bethânia está lançando:

"Tua"
01. "E o Amor Outra Vez" (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro)
02. "Tua" (Adriana Calcanhotto)
03. "A Mão do Amor" (Roque Ferreira)/
"O Que Eu Não Conheço" (Jorge Vercillo e J. Velloso)
04. "Até o Fim" (Cézar Mendes e Arnaldo Antunes)
05. "Remanso" (Moacyr Luz e Aldir Blanc)
06. "Fonte" (Saul Barbosa e Jorge Portugal)
07. "Dama, Valete e Rei" (Rutinaldo e Paulo Gracindo/Você Perdeu (Márcio Valverde e Nélio Rosa)
08. "Guriatã" (Roque Ferreira)
09. "Saudade" (Chico César e Moska) - com Lenine
10. "Lamentação" (Mauro Duarte)/O Nunca Mais (Roberto Mendes e Capinam)
11. "Domingo" (Roque Ferreira)

"Encanteria"
01. "Santa Bárbara" (Roque Ferreira)
02. "Feita na Bahia" (Roque Ferreira)
03. "Coroa do Mar" (Roque Ferreira)
04. "Encanteria" (Paulo César Pinheiro)
05. "Saudade Dela" (Roberto Mendes e Nizaldo Costa), com Caetano Veloso e Gilberto Gil
06. "Linha do Caboclo" (Paulo César Pinheiro e Pedro Amorim)
07. "Estrela" (Vander Lee)
08. "Minha Rede" (Roque Ferreira)
09. "Doce Viola" (Jaime Alem)
10. "Ê Senhora "(Vanessa da Mata)/Batatinha Roxa (D.P.- adaptação de Roberto Mendes)
11. "Sete Trovas" (Consuelo de Paula/Etel Frota/Rubens Nogueira)

Texto: Marcos Bragatto

~ Margarida ~


Em tudo que é belo - Primavera


Nesta semana o Em tudo que é belo homenageia a nossa querida Primavera. A flor da doce Lucy.

Beijos perfumados


~ Margarida ~


segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Cantinho especial...

"mas amar é profundo
e nele sempre cabem de vez,
todos os verbos do mundo"...
(Zélia Duncan)


Só passei pra dizer que estou com saudade das minhas amigas flores, desse cantinho lindo e especial em minha vida.

Beijo carinhoso...

*Orquídea*

domingo, 4 de outubro de 2009

BIOGRAFIA DE JORGE VERCILLO

É formado em jornalismo mas nunca chegou a exercer a profissão. Começou na música por incentivo de sua tia Lêda Barbosa aos 17 anos, depois de "desviado" dos treinos de futebol no Flamengo, por uma fita cassete contendo músicas de Djavan.
Iniciou sua carreira artística aos quinze anos de idade, tocando em bares e em 1989 no Festival Internacional de Trovadores (INTROVESTCUR), em Curaçau, alcançou o primeiro lugar com a canção "Alegre", de sua autoria, recebendo também o prêmio de melhor intérprete.
Em 1993, gravou seu primeiro CD, "Encontro das águas", lançado em 1994 pela gravadora Continental, e em 1996, lançou o CD "Em Tudo que É Belo".
Em 1997, foi indicado para o Prêmio Sharp na categoria Melhor Cantor Pop.
Em 2000 lançou o CD "Leve", que o lançou ao estrelato através do hit "Final Feliz", gravado em parceria com Djavan. Em 2002, lançou "Elo", cuja vendagem, alavancada pelo sucesso de "Que nem maré", de sua autoria, atingiu o montante de 250.000 cópias vendidas. Em 2003, lança o CD "Livre", que teve como grande hit do ano "Monalisa", que ocupou foi a 17ª música mais tocada do ano no Brasil, de acordo com o site Hot100Brasil. Ainda no ano de 2003, participou da gravação do álbum de Jorge Aragão, "Jorge Aragão Convida - Ao Vivo", cantando junto do poeta do samba sua composição "Encontro das Águas".
Em 2004, Jorge participou da gravação do hino "Fome Zero", ao lado de outros grandes nomes da música popular brasileira. Participou também dos DVDs ao vivo de Ivan Lins e Pepeu Gomes.
Em 2005, lança, no auge da carreira, "Signo de Ar", que apesar de não ter sido muito tocada nas rádios, foi bastante promovida por meio de vários shows no [Brasil], em especial no Rio de Janeiro.
Em 2006 recebeu o Prêmio Tim de Melhor Cantor, na categoria Voto Popular. No mesmo ano lançou seu primeiro DVD ao vivo, "Jorge Vercilo AO VIVO", com uma coletânea de seus grandes sucessos e diversos parceiros na música.
Recebe em 2007, novamente, o Prêmio TIM na categoria Voto Popular de Melhor Cantor. Realizou o show "Coisa de Jorge" em 23 de abril na praia de Copacabana, que reuniu os Jorges da música brasileira (Vercilo, Benjor, Mautner e Aragão) em homenagem a São Jorge. O CD/DVD "Coisa de Jorge" conta com canções inéditas e outros sucessos dos quatro artistas. Em novembro desse mesmo ano, lançou seu mais recente álbum: “Todos Nós Somos Um”, apostando nos ritmos brasileiros e com uma novidade: Mais um “L” acrescentado ao seu sobrenome, voltando ao original de batismo.
Em 2008 grava o DVD "Trem da minha vida" e concorre ao Grammy Latino com a canção "Ela une todas as coisas", em parceria com Jota Maranhão.

O ENCANTO DA BAILARINA


Se ergue altiva a bailarina
em passos suaves e elegantes
parece ave de rapina
expressa com o corpo a
paixão dos amantes
num encantador ballet suplicante
Se pudesse voar, certamente alcançaria
as nuvens na amplidão do céu
e de lá então sorriria
com as sapatilhas atadas aos pés
bailando em plena harmonia, ao léu
MIMO DO CÉU

FLORES NO CAMPO


Apesar da tormenta
há flores no campo

Se o céu lacrimeja e lamenta
há flores no campo

Se o choro é incontido e a dor é tanta
há flores no campo

Se a
paz é fugidia e se ausenta
há flores no campo

Se a
vida não mais encanta
ainda assim, haverá flores no campo

Se acaso a morte vier, implacável ou lenta
certamente haverá flores no campo ...
Ou na lápide
Mimo do Céu

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

É Primavera


É Primavera
Foi-se o inverno, enfim
Veio a estação das flores
A chuva cai no jardim,
Dando vida e imagens multicores
No ar, novos aromas sentimos
Vemos cores em todo lugar
Que maravilha, repetimos
É a natureza a se renovar
E a beleza a brilhar, é magia
No corpo, na pele e no coração
Que os seres humanos contagia
Com o amor e muita emoção
E com sentimentos aflorados
Cultuam a grandeza da criação
Tal qual enamorados,
Descobrem os segredos desta estação.

(autor desconhecido)



Maravilha

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A dança das Flores


Flor do jardim,

flor que deveria

ser da primavera,

mas que preferiu

enganar as estações.

Leve flor carregada

pelo vento.

E nele desliza

como que em

delicada dança,

Flor que teve por par a brisa.

Brisa que acalmou o vento,

do som que se escondia no silêncio,

dos segredos que, embora ditos,

somente foram ouvidos

pelos que tinham ouvidos de ouvir,

pois que escutavam

com a alma,

pois que conheciam

os caminhos do coração.

Flor que é

delicadeza no botão,

e esplendor

no seu momento mágico.

Flor que decora

o circo da vida,

onde os pecados

convivem com as virtudes,

onde o perdão os liberta,

e os transforma

em sementes renovadas.


(autor desconhecido)


Maravilha